O que Vem Acontecendo em Minha Vida

Olá, amigos leitores. Fiquei um tempo grande sem escrever neste espaço. Quando mudei o formato do site, imaginei que talvez fosse produzir mais artigos, mas não foi o que ocorreu.

Lancei o podcast, e acho que, para padrões brasileiros, mesmo com poucos episódios consegui fazer boas entrevistas/conversas com pessoas bem interessantes.

Eu, por exemplo, há um mês conversei com um cardiologista famoso do Rio de Janeiro e conversamos por quase 2 horas e meia sobre lipídios, doenças cardíacas, etc. Quem talvez vai querer ouvir tanto tempo sobre esse assunto, não sei, mas acho que foi quase que um programa de utilidade pública, especialmente para homens a partir de 35 anos.

Entretanto, as visualizações de podcast foram poucas, e o esforço para editar, entrar em contato com convidados interessantes, não é pequeno. Então, dei uma desanimada um pouco desse projeto.

Mas, mas, minha vida nas últimas 4-5 semanas está sendo extremamente agitada. Nunca participei de tantas reuniões de negócios interessantes, talvez em toda minha vida, num período de espaço de tempo tão curto.

Eu acordo cedo entre cinco e cinco e meia da manhã, e lembro-me de ter feito uma reunião as 5 e 45 da manhã por telefone.

E o melhor é que estou gostando, pois ainda tenho um tempo enorme para a minha filha, para surfar, para pensar, para andar (venho começando a andar bastante recentemente, hoje, por exemplo comecei a andar as 5 e 45 e parei apenas as 8 e 45 da manhã, devo ter andando uns 15km, e me dei o luxo de voltar de Uber), para socializar com conhecidos, etc.

Hoje percebo que talvez eu sempre fui um empreendedor. Afinal, aos 15 anos, vestindo uma camisa do Iron Maiden, eu e um amigo convencemos três dos mais prestigiosos colégios particulares de Santos a nos aceitarem como professores de xadrez em seus colégios.

Eu acho que em valores presentes deveria ganhar uns R$3.000,00-4.000,00 para dar algo em torno de 4 horas de aula por semana. Eu organizei torneios e ganhei na inscrição, eu fiz parcerias com hotéis e ganhei nas indicações de pessoas que vinham jogar o torneio. Isso com 15/16 anos.

A Procuradoria Federal foi importante na minha vida, mas tolheu a minha criatividade.

Nas últimas semanas, tive que aprender um monte de coisas novas, e eu me empolgo quando preciso aprender coisas novas que vão ter impacto na minha vida. Posso ficar 5-6 horas concentrando lendo, estudando, pensando no assunto.

Faz-me um bem tremendo. Essa sensação de aprender algo novo que pode impactar a minha vida. Eu, como tornei público várias vezes, nos últimos meses, talvez anos, estava devotado em estudar sobre saúde.

Eu acho que hoje em dia, modéstia a parte, sobre vários assuntos posso falar de igual para igual, e em certas ocasiões até saber mais do que boa parte dos médicos sobre certos assuntos.

Mas, é uma área árdua. Ler papers científicos, ter que aprender termos e conceitos básicos, que qualquer estudante de medicina deve saber, para poder entender,  não é algo fácil.

Então, foi com grande prazer, essas últimas semanas me trazerem tópicos muito mais fáceis e novos, e com possibilidade de um impacto enorme em minha vida.

Tive que aprender muito mais sobre direito ambiental, o que me levou a pagar uma hora técnica com o melhor advogado ambiental da cidade. Custou-me R$ 800,00 e valeu cada centavo. Imagino que deve ter sido a mesma coisa, assim espero, quando um advogado pagou R$ 2.000,00 por duas horas de conversa comigo sobre leilões.

O melhor é que eu estava extremamente bem preparado e pude tirar todas as dúvidas específicas de alguns negócios potenciais que eu estava mirando. Hora técnica com um grande especialista + preparo prévio sobre o tema a ser tratado = insights valiosos, economia de tempo e diminuição de riscos.  É a fórmula ideal.

Tive que aprender também sobre parques de diversão. Quais os tipos, quanto podem faturar, etc. Aprendi só o básico, ainda bem que achei um site de consultores internacionais a respeito, mas já me ajudou bastante.

Por quê? Há uma chance grande de eu ser um investidor pequeno num pool de investidores, alguns fundos bem grandes, num parque temático que tem tudo para ser algo sensacional do ponto de vista turístico e financeiro. Retornos podem ser espetaculares. Um projeto enorme, e se eu entrar, vou até tentar pleitear uma vaga no conselho da empresa.

O meu projeto de casas de alto padrão, que devo ter falado em algum lugar, todas foram vendidas. Todas. Eram 3. O VGV (valor geral de vendas) ultrapassou em 5% minhas estimativas mais otimistas. Minha rentabilidade vai ser algo em torno de 60-70%.

Por causa disso, criei confiança no parceiro que executa. Eles ganham, eu ganho. Vamos iniciar outro projeto de seis casas no começo de 2021. E já tenho outro para 8 em processo de negociação avançado com o dono do terreno.

E, por fim, numa mudança que não imaginava, resolvi trocar de morada. Onde eu moro é talvez um dos melhores lugares do mundo para viver. Eu não falo do Brasil, pois a comparação daí é covardia.

O único, talvez não o único mas o mais forte, motivo de voltar ao Brasil foi saber para onde eu estaria voltando. Além do lugar ser fantástico, eu fiz muitos amigos na comunidade. E isso aumenta e muito a qualidade de vida. Soma-se a isso o fato do meu apartamento ser talvez o melhor da rua inteira, e da região, pela localização privilegiada dele.

Para mudar daqui, olha, só para algo espetacular. Minha mulher queria talvez uma casa. Mas ambos queremos uma ir andando para a praia, e para mim a praia tem que ter altas ondas, e ser uma praia linda e meio que “selvagem”, igual onde moramos.

Difícil.

Mas, por uma coincidência do destino,  um vizinho amigo meu comprou um terreno num lugar próximo onde moro. Condomínio fechado. Pagou um valor bem salgado. Ele pagou R$ 3.500,00 o m2 do terreno.

Estávamos na praia com várias famílias amiga, e ele me contou sobre a aquisição. Terreno de frente com vista incrível para o mar. Mostrou o projeto, quando vi o visual que ia ter dos quartos, sem brincadeira em cinco minutos resolvi que se tivesse um terreno parecido no mesmo condomínio eu iria comprar.

Moro nesse meu apartamento há mais de 10 anos, nunca pensei em sair, em cinco minutos eu mesmo me convenci que aquele era o lugar.

Tinha terreno, apenas mais dois, só que os preços pedidos estavam algo em torno de R$ 5.000,00 o m2.

Mas, do lado, eu vi que um empreendimento iria sair. Um condomínio de apartamentos de dois andares, térreo e o de cima (aqui o zoneamento só permite esse tipo de construção).

Talvez no último terreno disponível para um empreendimento desse com viabilidade ambiental num raio de uns 10-15km.

Depois de refletir muito, vi que esse empreendimento era espetacular e único. A pandemia fez com que muitas pessoas percebessem que podem fazer home office, e não precisam ficar mais em SP, RJ ou na Suécia. Elas podem viver talvez numa das regiões de cidade mais bonitas do mundo.

Demanda explodiu, oferta muito pequena por questões de zoneamento e ambientais. Preços dispararam ainda mais.

Não é o momento ideal para comprar. Mas o empreendimento é espetacular, e da data de ontem, depois de uma longa negociação, fechei o preço. Em 30 meses, se tudo correr bem, a construtora entrega, e irei mudar de morada.

Estou bem contente. Depois de dezenas e dezenas de imóveis comprados para lucro, sem qualquer apego, onde eles são apenas números numa planilha, vou comprar um imóvel para meu deleite. Não é barato, longe disso, é um valor bem alto, mas com o preço do meu apê atual, mais apenas o lucro potencial desses dois projetos novos de casa dando certo, eu pago o imóvel, e nem mexo no meu patrimônio.

Isso sem contar a minha empresa de tecnologia que pode explodir em 2022, sobrevivemos, nosso sistema está mais forte e resolvi ainda fazer mais um aporte para melhorarmos ainda mais a tecnologia. Tem tudo, se a pandemia for controlada, para o ano de 2021 ser muito bom para a empresa. E ainda tem esse projeto ousado do parque.

Está tudo dando certo financeiramente, e isso me deu a coragem de comprar esse apê.

É isso, meus amigos. Um pouco do que vem acontecendo comigo. Escrevo para compartilhar minhas alegrias das últimas semanas/meses, e espero que todos possam conseguir coisas boas nas respectivas vidas.

Um grande abraço!

Imovel
Imagem estilizada de como vai ser o visu do apê